Marco Oliveira

Pau Mandado   Fadado o touro ataca e tu sabes que cor q ele mata? meu sangue é vermelho, então visto a camisa, fechando com eles, graças a Deusa, a Isa! graças a Ira! cas brabas e os mano da...
  • noviembre 11, 2021
  • 0 Comentarios
Leer más
  Bruno Cosentino é cantor e compositor. Parceiro de poetas contemporâneos como Eucanaã Ferraz, Antonio Cicero, Paulo Henriques Britto e o colombiano Carlos Milán. Em 2012, lançou parte dessa parcerias em A eletrônica e musical figuração das coisas, seu primeiro...
  • septiembre 24, 2021
  • 0 Comentarios
Leer más
Ele mesmo: Maiakovski*   Ao Boris (óbvio)   A antiga aldeia de Bagdádi tem o nome de Maiakóvski   é poeta (diz primeiro receia que se duvide?) e segue: é justamente por isto que sou in teressante   sobre isto...
  • septiembre 3, 2021
  • 0 Comentarios
Leer más
Pedro Rocha (1976 – Rio de Janeiro) é poeta, editor na Dantes Editora e professor na EAV – Escola de Artes Visuais do Parque Lage. Publicou os livros “Escrita de Galo” (coleção sec.xxi – 2002); “Onze” (Azougue Editorial, 2002); “Chão...
  • junio 30, 2021
  • 0 Comentarios
Leer más
Sinopse Inspirados em uma das lendas da violeta, que começa a eclodir ao final do rigoroso inverno para florir irradiante na primavera, Val Mello e Jorge Ventura costuram seus poemas de modo a exprimir o canto de amor sobre a...
  • mayo 25, 2021
  • 0 Comentarios
Leer más
Rastros sonoros Como aterrissar das nuvens de sonhos? Quando a noite rompe apagando a luz? A sabedoria de um corpo sempre seduz Na penumbra de um entardecer de frio E todo aquele universo antes sem brio Tira desta angústia do...
  • mayo 17, 2021
  • 0 Comentarios
Leer más
Toda mãe tem as duas mãos quebradas, e são para quem nunca as concedeu. Como se fosse inconcebível fado o nome carregado, o nume dado da vila inacabada. Quem te deu que vai ruindo todo nas quebradas um erro infando,...
  • abril 19, 2021
  • 0 Comentarios
Leer más
Desalento Meus olhos esperançaram aurora, mas o dia foi chumbo. A chuva teimou em não deitar sobre a terra e lavar tudo. Há estilhaços cardíacos no meu apartamento e manchas vermelhas nas paredes. Por falta de chuva, derramo lágrimas como...
  • febrero 26, 2021
  • 0 Comentarios
Leer más
Cronologia do limbo: Dia 1 Rotas de navegação as tenho Menos o mar Não sei mais o caminho para o mar Me enterro Sei dos meus pés os limpo os lavo o cheiro da terra não sai Tenho me tornado...
  • febrero 10, 2021
  • 0 Comentarios
Leer más
O Salto Ceumar fez a canção em março e Caco Pontes criou os versos em ressonâncias misteriosas com a Grande Mutação de dezembro de 2020. Algo já estava no ar e a música/ poema/imagens se alinharam ao momento cósmico iminente....
  • febrero 2, 2021
  • 0 Comentarios
Leer más
Categorías