BADERNEIRA | ANA POSE

Baderneira

“Me chamaram de Baderneira.  A origem desse nome se deve à bailarina italiana Marieta Baderna que se refugiou no Brasil em meados de 1849. Devido ao seu espírito livre, revolucionário e contestador, ela ganhou muitos admiradores, que começaram a protestar contra os conservadores que queriam silenciar a artista. Baderna não é apropriada como sinônimo de bagunça e desordem. Baderna deveria ser sinônimo de arte”.

Ana Pose

 

 


Natural do Rio de Janeiro, RJ. Graduada em Educação (USU) e pós graduação em psicopedagogia. Graduada em Moda (UCM). Cursos de joalheria no SENAI e outros ateliês. Fotografia, formação em cursos no Ateliê da Imagem, Escola de Artes Visuais no Parque Lage, Casa Foto Arte, entre outros. Participou de exposições no Parque Lage, Galeria da A Casa Foto Arte, Galeria do Poste, Centro Cultural dos Correios, Galeria Zagut, Feira Tijuana e Feira de Impressos do Museu da Republica. Projeções em Tiradentes no Foto em Pauta e no Museu da Republica. Participou do livro coletivo Paisagem.

Leave a Comment

Categorías