Leonardo Fróes

fotografia de Cassiano Fróes O OBSERVADOR OBSERVADO Quando eu me largo, porque achei no animal que observo atentamente um objeto mais interessante de estudo do que eu e minhas mazelas ou imoderadas alegrias; e largando de lado, no processo, todo e qualquer vestígio de quem sou, lembranças, compromissos ou datas ou dores que ainda ficam doendo; quando, hirto, parado, concentrado, para não assustá-lo, com o animal me confundo, já sem saber a qual dos dois pertence a consciência de mim — — qualquer coisa maior se estabelece nesta ausência...
  • agosto 19, 2020
  • 0 Comentarios
Leer más
Categorías